Reabilitação da coruja

Este post foi escrito com a colaboração do voluntário Bruno Valle.

Pulsatrix koeniswaldiana – Murucututu. Alimentação com enriquecimento de cálcio para evitar osteodistrofia Aguardando a soltura.

Pulsatrix koeniswaldiana – Murucututu.
Alimentação com enriquecimento de cálcio para evitar osteodistrofia Aguardando a soltura.

Essa semana conseguimos dar um grande passo no processo de reabilitação do nosso filhote de coruja Murucututu (Pulsatrix koeniswaldiana). Ela agora está em um viveiro provisório, onde já consegue treinar seus primeiros vôos. Seu jeito ainda desengonçado é característico de filhotes que ainda precisam treinar muito suas habilidades de caça para que finalmente possa ser solto do arboreto do Jardim Botânico.

Pulsatrix koeniswaldiana – Murucututu. conferindo peso e saúde para colocar em viveiro maior. Aguardando a soltura.

Pulsatrix koeniswaldiana – Murucututu.
conferindo peso e saúde para colocar em viveiro maior. Aguardando a soltura.

Toda a alimentação é feita de forma discreta e todo o contato com a equipe é restrito ao mínimo, para que ela permaneça selvagem. O viveiro foi isolado visualmente para que ela não seja alvo de curiosidade, mesmo por parte da equipe. Afinal, ver uma coruja como ela de perto é emocionante. Mas seu isolamento serve, principalmente, para que ela não desenvolva laços com as pessoas através da alimentação ou do contato.

Pulsatrix koeniswaldiana – Murucututu. conferindo peso e saúde para colocar em viveiro maior. Aguardando a soltura.

Pulsatrix koeniswaldiana – Murucututu.
conferindo peso e saúde para colocar em viveiro maior. Aguardando a soltura.

Suas conquistas estão sendo registradas e avaliadas pelo veterinário de animais selvagens, com grande experiencia em reabilitação de rapinantes, Dr. Jeferson Pires, do CRAS. A medida que ela se desenvolva, vamos progredindo na soltura ativa, que consiste em dar a liberdade, oferecendo alimentação, de forma condicionada, até que ela não precise mais de ajuda. Em breve esperamos que ela possa ser ouvida somente em nossos passeios noturnos e nas noites do JBRJ

Pulsatrix koeniswaldiana – Murucututu

Pulsatrix koeniswaldiana – Murucututu

Pulsatrix koeniswaldiana – Murucututu. Ei! Quanto espaço!! olha minhas asas enormes

Pulsatrix koeniswaldiana – Murucututu.
“Ei! Quanto espaço!! Olha minhas asas enormes”

Anúncios
Esse post foi publicado em Animais atendidos e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Reabilitação da coruja

  1. Rayssa disse:

    Eu simplesmente amo corujase queria saber se esse centro de reabilitação é aberto ao público ???

    • gabiheli disse:

      Oi, Rayssa.
      O CRAS não é aberto ao público, nem o núcleo de Fauna, pois os animais internados precisam de isolamento e cuidados intensivos. Uma pena, seria muito legal se pudéssemos dividir o trabalho com todos os apaixonados por bichos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s