O esquilo de botas

Guerlinguetus (Sciurius) ingrami

Guerlinguetus (Sciurus) ingrami

Um bichinho que sempre ganha o título de campeão de fofura é o esquilo! Quem aguenta??

E um bebê esquilo!? Aí é uma covardia!! Todas as características que nos fazem amar um filhote estão amplificadas em um bebê esquilo: Pequeninho e felpudo, a proporção perfeita entre grandes olhos brilhantes e um focinho macio, com a boquinha pequena, aquela carinha indefesa e olhos pidões.

Guerlinguetus (Sciurius) ingrami

Guerlinguetus (Sciurus) ingrami

Sem contar a cauda!! Aquele espanadorzinho fofo e arrepiado!  A maciez do pelinho; a cor, que remete às coisas macias; enfim; tudo em um bebê esquilo é gatilho para reações de paixonite e fofurice. Quase um catalizador de “Felícias”.

Esquilos tem essa propriedade em relação às meninas… E, convenhamos, aos meninos de coração mais sensível. Ok!! Mesmo os brutos e ogros soltam aquele “oohhwwnn” quando um esquilo dá mole… (né, Gustavo?)

no canto Esquerdo, pesando 63 gramas, com cerca de 20 cm de cabo a rabo, o esquilo

no canto Esquerdo, pesando 63 gramas, com cerca de 20 cm de cabo a rabo, o esquilo

E no fim de semana o André Borja, nosso voluntário no plantão, resgatou o bebê em questão nesse post: caído na aleia quente e poeirenta, completamente desidratado, o bichinho não parecia que ia longe. Foi graças ao cuidado intensivo do André que ele chegou até 2a feira esperto e fujão. Com a sua recuperação, percebemos que a patinha traseira estava fraturada. Mas ele já estava beeem melhor: Bastou uma distração e ele escapou, feito um Houdini, pela grade da porta da caixa. Foi uma ginástica pra pegar, com um paninho. E corremos para a Clínica Prosilvestre, nossa colaboradora e aliada em Copacabana.

Dra. Loide Machado, da Prosilvestres

Dra. Loide Machado, da Prosilvestres

A veterinária mais Felícia (do bem!!) do mundo, Dra. Loide Machado, após os exames todos, confeccionou uma botinha de filme de Raio-x. Que coisa mais caprichada!! Uma minibotinha pra imobilizar a minipatinha do bebê esquilo!! Remédios para diminuir a dor e a inflamação deixaram o pequeno bem mais calmo, e foi a hora de colocar a botinha, toda acolchoadinha e sem arestas. Porque, segundo a Dra. Lóide, não basta um curativo eficaz, além disso também tem que ser bonito!

fome de esquilo

fome de esquilo

E, de botinha e na gaiola de tratamento, foi a hora de comer uma papinha. Felicidade total! Agarrou a seringa com as 2 patinhas e mamou feliz! Barriga cheia, hidratado e quentinho. Nada mais fofo!! A Dra. vai mantê-lo no cuidado intensivo por alguns dias e, em breve, teremos a resposta do tratamento: por ser tão pequenino o local, além disso não sabermos o histórico anterior ao resgate, a calcificação pode dar algum problema. Vamos torcer. Por falta de capricho e cuidados competentes ele não vai sofrer. Está nas mão amorosas e muito bem treinadas da veterinária, na excelente clínica Prosilvestres.

Já fomos informados que o danadinho arrancou a botinha e precisou ser sedado para refazer o curativo! Pode ser fofo, mas dá um trabalho cão!!

Prosilvestres: Site,  Facebook (página) e Facebook (perfil)

Ficha do Bicho: Esquilo 

Galeria do esquilinho

Anúncios
Esse post foi publicado em A Fauna do JBRJ, Animais atendidos, Mamíferos e marcado , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para O esquilo de botas

  1. As aventuras de um caxinguelezinho . Muito bom !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s