dia de preguiça

Bradypus variegatus - JBRJ

Bradypus variegatus – JBRJ

Daí que uma preguiça aparece no Arboreto. Normal. Ocasionalmente elas estão por aqui… (veja mais aqui, aqui e aqui). Mas essa deu uma semana de assunto. Começou que ela não desceu no arboreto, acompanhamos os deslocamentos dela (dele, na verdade, é um macho) por uns 4 dias e ela sumiu. Aí me ligou uma pessoa que, segundo me informou, mora em um edifício aqui vizinho, avisando que a danadinha estava no jardim do prédio, em uma árvore, feliz da vida… Não podemos fazer esse resgate, porque é fora do JB, então pedi que entrasse em contato com a Patrulha Ambiental (1746) ou com os Bombeiros, que eles poderiam ajudar.

o Bombeiro do 25o GBM e a preguiça do JBRJ que eles resgataram. Em tempo: o Núcleo de Fauna do JBRJ não recebe animais de fora do Instituto! Todos os animais atendidos são, comprovadamente, provenientes do próprio JB.

o Bombeiro do 25o GBM e a preguiça do JBRJ que eles resgataram.
Em tempo: o Núcleo de Fauna do JBRJ não recebe animais de fora do Instituto! Todos os animais atendidos são, comprovadamente, provenientes do próprio JB.

2 dias depois o pessoal do Bombeiro aqui da Gávea (ótima equipe, sempre pronta a ajudar! Bom pra Fauna! Obrigada ao Corpo de Bombeiros 25º GBM) me liga avisando que fizeram o resgate do nosso amigo bem ali na rua Pacheco Leão, tentando voltar pro JB. Eles trouxeram o bichinho aqui no Fauna e nos preparamos pra soltar. Preguiças são animais bem interessantes e, basicamente, não são muito perigosos. A não ser pelas enormes e afiadas garras fortíssimas que elas tem nas 4 patas. Principalmente nas dianteiras.

Na caixa de contenção, atenção para as garras fortes que usam no seu deslocamento.

Na caixa de contenção, atenção para as garras fortes que usam no seu deslocamento.

Não são mordedores (esse aí deu uma inesperada mordida na minha luva e eu fiquei muuuuito grata de estar de luvas!!!), mas, a pesar de se moverem lentamente, podem reagir com velocidade inesperada. Tipo, beeeeeeem lento na ida, sobe o bração lá em cima, como se fosse um adeus preguiçoso… e muito rápido na volta, catando o que estiver no caminho (pode ser um galho, pode ser um braço)… E aí ela não solta! E não adianta tentar soltar… Ela é MUUUUUITO forte nas mãos… Alguns acidentes bem graves com isso são relatados em zoológicos.

Retitando as 'luvinhas', depois de microchipar. Detalhe para a almofada emprestada da Jehnnifer...

Retitando as ‘luvinhas’, depois de microchipar. Detalhe para a almofada emprestada da Jehnnifer…

OK, pra isso sempre fazemos a contenção segura da preguiça, atrás dos ‘ombros’, e, para manejo mais longo, colocamos ‘luvinhas’ de esparadrapo. Como a ideia era microchipar, usamos a luvinha… A pele da preguiça tem essa característica de ser muito aderida. O couro dela é bem colado na carne e é bem difícil fazer a microchipagem. Para ela ficar menos desconfortável, usamos as almofadas da Jehnnifer, nossa mini voluntária (ela usa pra alcançar a lupa. Não se engane, pequena no tamanho, enorme a competência e a simpatia). Deitamos a preguiça na almofada, contida, com as luvinhas e, o mais rápido possível, colocamos o microchip.

O estagiário Gonsalo, bancando a manicure de preguiça. Com o esmalte podemos ver de longe que o animal foi manejado e sabemos quem ele é.

O estagiário Gonsalo, bancando a manicure de preguiça.
Com o esmalte podemos ver de longe que o animal foi manejado e sabemos quem ele é.

Para sabermos ao avistar de longe que ela é ela, pintamos as unhas com esmalte. Primeiro usei um vermelho, mas me arrependi na 1ª patinha. Parecia uma preguiça carnívora assassina… Troquei pro azul… Colorama “Famosa” Curte!. Ficou um horror, mas vai servir direitinho. Ela não se prejudica com o esmalte, em pouco tempo ele sai, servindo apenas para o acompanhamento dessa pós soltura. No fim, subimos a Mata Atlântica e soltamos o nosso amigo. Mais um dia de satisfação com meu trabalho… Deu até no O Globo!!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios
Esse post foi publicado em A Fauna do JBRJ, Mamíferos e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para dia de preguiça

  1. Calebe disse:

    Não posso dizer em qual lugar eu vi, pois ainda irá para exposição, mas vi uma preguiça tarxidemisada. Mas pessoalmente era pequena. Essa da imagem parece ser tão grande 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s